fbpx

Nosso Blog

OS 7 MAIORES ERROS DE UM PERFIL MÉDICO NO INSTAGRAM

O Instagram é uma rede social, sei que você sabe disso. Mas nem sempre nos comportamos como se ali fosse um lugar de relações sociais. A própria plataforma espera que você consiga desenvolver algum vínculo com as pessoas que estão ali para consumir o seu conteúdo. Isto é uma relação de duas mãos.

Contudo, parece que alguns colegas médicos querem lidar como se fosse um mecanismo de buscas ou um catálogo informativo. Tornaram algo social em uma plataforma de informações, um local onde os seguidores devem estar felizes em consumir as orientações, informativos de serviços e fazer disso apenas um local de venda.

Isto prejudica diretamente nos números que realmente importam e não estou falando apenas do número de seguidores. Como sua audiência reage a qualidade do conteúdo que você tem postado? Ele tem gerado valor ou apenas empurrado informações sobre seus procedimentos e sua forma de atendimento?

Por isso, de início, afirmo que os erros abaixo devem estar fixados em sua mente para que você fuja e os evite ao máximo, pois são extremamente prejudiciais para o perfil profissional médico. Atenção em todos estes, tenho certeza que ao menos dois destes você pode estar cometendo:

1. TER UMA REDE SOCIAL MECÂNICA

            Antes de tudo, eu sei que você deve ter uma rede social profissional. Contudo, o melhor meio para fazer isto pode não ter através dos bancos de imagens, dicas contínuas sobre patologias e procedimentos ou fotos de bancos de imagens. A rede social é sua e as pessoas estão ali por você, querem saber mais sobre você, seu dia a dia, sua família, seu trabalho, querem ter ali um contato com quem você é.

            É comum que alguns médicos procurem agências de Marketing, ou até mesmo serviços terceirizados com freelances e sintam que “já possuem um Marketing” mas não é bem assim. Marketing não é padronizado, não se trata de uma receita de bolo que pode ser colocada em prática por qualquer pessoa.

            Você tem que certificar-se de que sua rede social não parece um catálogo ou uma plataforma de informações, mas um local que reúne todas as áreas da sua vida das quais você pode mostrar. Cada perfil precisa ser pensado individualmente e normalmente, agências de publicidade não tendem a fazer isto.

2. SE PREOCUPAR APENAS COM O NÚMERO DE SEGUIDORES

            Isto é constante. Há muitos médicos que estão buscando apenas crescer o número de seguidores, não importando quem sejam estes. O que você precisa ter em mente ao utilizar o Instagram como uma ferramenta para converter seguidores em pacientes é que o número de seguidores não é sua linha final.

            De uma forma mais didática e observando como um negócio, isso seria como se importar apenas com o seu faturamento e esquecesse o lucro líquido. Não adianta as pessoas estarem no seu Instagram se não por um motivo de conteúdo, pois isto significaria que elas não desejam consumir o serviço que você tem para oferecer.

A sua verdadeira preocupação precisa estar com o número de engajamento, que no final, será o número a ser convertido em pacientes e de forma palpável em seu consultório e não exclusivamente o número de seguidores. Ele não é o seu maior indicativo.

3. ASSINAR PLATAFORMAS DE AUTOMAÇÕES

Um outro número que enche os olhos de quem está no Instagram é o número de curtidas. Isso leva alguns médicos a assinarem plataformas que curtem e seguem pessoas automaticamente, com o intuito de que estas pessoas voltem e retribuam isto.

Acontece que o Instagram proíbe estas plataformas de automação e todas agem de forma ilícita. Uma vez que o Instagram detecta o uso destas ferramentas de manipulação de curtidas, comentários e seguidores, você pode ter a sua conta bloqueada, ou até mesmo excluída definitivamente, pois segundo as Diretrizes, esta é uma das ações proibidas.

4. NÃO TER UMA ESTRATÉGIA BEM DEFINIDA

            Algumas pessoas dirão que você precisa postar dicas, outras que datas comemorativas precisam de um design bem específico, outras que você tem que postar no feed todos os dias. Isso pode ser estratégia de um perfil que deu certo, mas não significa que todo perfil que utilizar destes métodos terá um bom desempenho.

            Seu perfil precisa de testes, saber ao que, quando e como sua audiência melhore reage e isso só acontecerá com a prática. Pode ser que você perceba que alternar em seu perfil uma dica da sua área de atuação e algo sobre sua rotina de atendimentos dê certo, mas por outro lado, pode perceber que nos conteúdos sobre sua vida familiar, o engajamento seja maior.

            Logo, perceberemos que cada perfil tem uma audiência que reage de uma forma específica e que não há como padronizar a forma de atuação. Já te disse que Marketing não é receita de bolo, correto?

5. NÃO UTILIZAR AS FERRAMENTAS DO INSTAGRAM

            Seu consultório pode ser bem mostrado através dos storys, você pode saber o que sua audiência gosta ou não através de enquetes e você pode auxiliar e tirar dúvidas dos seus possíveis pacientes através das caixinhas de perguntas. Acontece que o Instagram é uma empresa e há investidores que criam ferramentas e otimizam funcionamento delas no Instagram.

            É necessário que você compreenda que o desejo dos algoritmos é que você interaja e crie um relacionamento com seus seguidores e até com quem não te segue. Quando você utiliza uma ferramenta como IGTV e Reels, você coopera com o desempenho do Instagram e ele irá cooperar com o seu. Participe do maior número de ferramentas que você conseguir, criando um conteúdo humano, que mostra seu desempenho na carreira médica e até sua vida pessoal.

6. NÃO INTERAGIR COM A SUA AUDIÊNCIA

            Não há porque reclamar que pacientes e seguidores não engajam com você se você também não interage com eles. Sendo um local de relacionamentos sociais, no Instagram você também só terá aquilo que oferece. Se você segue 300, 400 pessoas e não interage com nada delas, porque iriam participar do seu conteúdo?

            Se você recebe alguns directs e apenas visualiza e deixa uma curtida, mas não faz a menor questão de responder de forma mais pessoal, ou pior ainda, utiliza mensagens automáticas para responde-los, também está estabelecendo uma distância entre você e a sua audiência.

            Este problema é maior ainda quando você não interage com as pessoas que te seguem e você não segue de volta. Se você é médico e já tem ou deseja ter visibilidade em sua área de atuação, mas não se esforça minimamente para responder as pessoas que estão interessadas no que você faz ou em como você vive, você diminui drasticamente os pontos de engajamentos com seus seguidores.

            Retribua os comentários no poste, responda os direct individualmente, pois este é uma das principais respostas binárias do Instagram, que observa que as pessoas que mais conversam tem possibilidade de ter mais interesse pelo conteúdo e isso melhora o alcance. Repare bem quem te marca nos storys e sempre que possível, reposte e responda no privado.

7. SE PREOCUPAR EM SER BOM APENAS FORA DO INSTAGRAM

          Tenho certeza de que você tem a percepção de que é o melhor em sua área de atuação e que não compreende porque as pessoas não te seguem ou seus números em engajamento não melhoram. Acontece que você pode ser um médico extraordinário, com formações e especializações inigualáveis fora do Instagram, mas é preciso saber como mostrar esta qualificação lá, e não estou falando sobre colocar na sua Bio quais foram as instituições de ensino que você passou.

            Mostrar sua rotina de atendimentos, estudos, o feedback dos seus pacientes e responder as dúvidas dos seus pacientes em potencial é uma excelente forma de mostrar sua forma de atuação. Seja um bom médico inclusive no Instagram.

É PRECISO QUE VOCÊ SAIBA

Todas estas coisas são como pedras no meio do caminho rumo ao objetivo que é ter uma rede social que é capaz de converter seguidores em pacientes no seu consultório particular. Estes erros te impedem de ter uma rede social referência no comportamento e atendimento online.

 Contudo, é necessário saber que não são apenas estes erros e que a forma correta de executar aquilo que te trará inúmeros benefícios para sua rede social necessita de orientação. Foi por ter enfrentado estas dificuldades no começo da minha conta que resolvi criar o Acelerador Médico, o único curso para Marketing Médico com a maior comunidade de Médicos interessados em crescer no Instagram da forma correta.

No Acelerador Médico você aprenderá todos os passos relevantes para que um médico consiga ter as suas redes sociais como maiores cooperadores da sua agenda no consultório particular, conseguindo migrar da rotina de convênios e plantões, para uma vida profissional cuja agenda é ocupada predominantemente por consultas particulares.

A Internet te oferece a possibilidade de aparecer para o maior número de pessoas que você pode conseguir e simultaneamente. Para isso, é necessário que você se preocupe em como os seguidores que podem tornarem-se seus pacientes, te enxergarão em suas redes.

Aparecer para o maior número de pessoas e em pouco tempo pode ser uma das maiores possibilidades de divulgação do que você faz, mas pode tornar-se uma faca de dois gumes.

Ter uma rede social que coopera com a sua agenda e aumenta sua lucratividade te dará liberdade de tempo e isso é totalmente possível através da orientação correta de quem já fez este mesmo caminho. É mediante iniciativas como estas que o atendimento obtém um fluxo maior de pacientes e o seu trabalho deixará de ser um sinônimo de estresse.

A grande questão com agências de múltiplos profissionais está nisso, pois não ter darão uma orientação específica para a realidade e as necessidades dos médicos. Tive que utilizar estes serviços e experimentar na prática como custam caro e possuem um baixo desempenho no momento de reter a atenção da minha audiência. O Acelerador Médico fora criado sob muitas experiências, boas e ruins, para que minha consciência de necessidade do médico fosse expandida cada vez mais.

Por esta razão os alunos do Acelerador Médico reforçam através dos depoimentos! Não se trata de especular o que pode dar certo, mas de investir dinheiro, tempo, atenção naquilo que definitivamente será eficaz para sua vida de atendimento como médico.

O compromisso do Acelerador Médico ultrapassa suas redes sociais e entendemos que o objetivo maior é colaborar com sua jornada, mentalidade, tempo e buscas, para que o nosso trabalho não se torne um pesar em nossa rotina.

Para saber mais, te convido a assistir o conteúdo que já está disponível em meu canal no YouTube. Somos o primeiro canal específico sobre Marketing Médico com outorga da plataforma para utilizarmos o Canal Marketing Médico. Conteúdo otimizado e específico para sua realidade profissional.

Este conteúdo foi útil para você de alguma forma? Se foi, eu tenho certeza que poderá ser para algum colega de atuação também. O ideal é que consigamos ajudar a classe médica de forma individualizada. Enviando este artigo, você não diminuirá sua vantagem. A forma de execução das práticas correta no Instagram depende exclusivamente de uma boa orientação.

Alguns médicos desejarão encarar as mídias sociais através de eu estilo retrogrado de captar pacientes particulares, contudo, você já saberá que esta não é uma boa saída. Envie este artigo para ao menos dois colegas de atuação e discutam juntos onde estão vacilando no processo de tornar as redes sociais uma ferramenta de converter seguidores em pacientes particulares.

Abraço,

José Netto

Está gostando do conteúdo? compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram